Em SP, mulher vestida de vermelho defende governo e é hostilizada

Vestida de vermelho, a artesã Tarcila Soares Lima é o contraponto ao protesto de Fora Dilma na Avenida Paulista. Sozinha, ela grita "Viva Dilma e viva Lula" e enfrenta a hostilidade dos manifestantes que a cercam com vaias, buzinaços e gritos de "seu lugar não é aqui". "Não recebo nenhum benefício do governo. Vim aqui defender o que é legítimo", disse. Ela afirmou que foi xingada mas não agredida fisicamente. "Também tenho direito de me manifestar", finalizou.

VALMAR HUPSEL, Estadão Conteúdo

12 Abril 2015 | 15h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.