Em seu blog, Jefferson ataca Souza: ''''Papa-hóstia''''

No primeiro dia de discussões na Justiça sobre o mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) encontrou uma maneira virtual de atacar o procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, que o incluiu entre os 40 denunciados. "Desconfio de todo moralista", escreveu Jefferson ontem, em seu blog.Procurado pelo Estado, Jefferson informou, por sua assessoria, que recusaria entrevistas antes do fim do julgamento. Na sua casa em Petrópolis, na região serrana, a informação é de que ele está no Rio, onde foi submetido a uma cirurgia de catarata. Dizendo seguir orientações médicas, segue em "repouso".Pouco depois do início do julgamento, ele atacou Souza no blog - página que criou na internet para fazer apontamentos sobre política.Às 12h14, ele postou um comentário em que se refere a Souza como "papa-hóstia". Lembrando ter denunciado o mensalão, diz que o procurador nada fez além de reproduzir suas acusações e o incluir na denúncia a serviço de interesses petistas."Embora tenha incluído o nome de ministros e da cúpula do partido na denúncia do mensalão, pois não havia como deixar de fazê-lo, o procurador-geral joga com o governo do PT", escreveu. Às 12h22, ele ironizou a fama de católico praticante do procurador: "Desconfio de todo homem que vive genuflexo em sacristia e papando hóstia. E batendo no peito em nome da ética e da moral. Todos os que eu vi eram hipócritas. Será você, dom Antonio Fernando, a exceção?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.