Em sessão esvaziada, Câmara conclui leitura de parecer sobre denúncia contra Temer

Presença de 90 deputados em Plenário se deve às reuniões das bancadas do governo e da oposição, que estão, neste momento, discutindo estratégias; votação começa amanhã às 9h

Renan Truffi, O Estado de S.Paulo

01 Agosto 2017 | 14h59

BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados concluiu na tarde desta terça-feira, 1, a leitura do parecer sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer. Em sessão esvaziada, a 2ª secretária da Casa, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), leu a íntegra do relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que pede a rejeição do pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

INFOGRÁFICO Veja como será o rito da votação

A baixa presença de deputados em Plenário se deve às reuniões das bancadas do governo e da oposição, que estão, neste momento, discutindo estratégias para a votação final. Agora o parecer da denúncia será publicado no Diário Oficial da Câmara e estará pronto para ser votado na sessão de amanhã, marcada para 9 horas. O procedimento era parte fundamental do rito de votação. Sem essa leitura, a votação não poderia ser feito nesta quarta.

Para que a deputada pudesse ler o parecer, eram necessários pelo menos 51 dos 513 deputados com presença registrada na Câmara. Como 90 parlamentares já estavam na Câmara, no momento da abertura da sessão deliberativa, o rito foi cumprido. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.