William Rocha
William Rocha

Em Sergipe, Bolsonaro diz que ‘se Deus quiser’, Lira será eleito presidente da Câmara

Presidente elogia candidatura do líder do Centrão e defende chanceler Ernesto Araújo

William Rocha, Especial para o Estadão, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2021 | 16h59

PROPRIÁ, SERGIPE – Em meio a aglomerações e sem utilizar máscara, o presidente Jair Bolsonaro defendeu abertamente a candidatura do deputado Arthur Lira (Progressistas-AL) na eleição para presidência da Câmara. Ele disse que "se Deus quiser", Lira será eleito na próxima segunda-feira, 1º.

“Amigos de Sergipe e Alagoas, se Deus quiser, na próxima segunda-feira teremos o segundo homem na linha hierárquica do Brasil eleito aqui no Nordeste na Câmara dos Deputados, o deputado Arthur Lira, se Deus quiser o nosso presidente”, afirmou Bolsonaro durante agenda em Propriá, a 105 quilômetros de Aracaju, divisa dos estados de Alagoas e Sergipe, na manhã desta quinta-feira, 28.

Com o apoio de Bolsonaro e também do Centrão, Lira disputa a eleição contra Baleia Rossi (MDB), candidato do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Para Entender

Veja o placar da eleição para presidente da Câmara dos Deputados

Baleia Rossi, candidato de Rodrigo Maia, e Arthur Lira, apoiado por Bolsonaro, lideram corrida pela presidência da Casa; siga distribuição de votos por deputado, partidos e Estados

Em seu pronunciamento Bolsonaro voltou a criticar a imprensa. “Se ministro meu for elogiado pela mídia, ele corre o risco de ser demitido”,  afirmou Bolsonaro. “Os figurões da mídia o tempo todo criticam o nosso Ernesto Araújo, o nosso homem que faz as relações públicas”, disse o presidente, citando o chanceler, que esteve presente no evento.

Bolsonaro participou da  inauguração de ponte da BR-101, que liga as cidades de Propriá (SE) a Porto Real do Colégio (AL). A cerimônia faz parte de série de viagens que ele e a comitiva fazem ao Nordeste para entrega de obras de infraestrutura. A construção da ponte teve início em junho de 2013 e foi concluída em setembro de 2016. Restava para a entrega o nivelamento das cabeceiras da pista, iniciado em 2019. Durante o pronunciamento,  o presidente voltou a criticar o isolamento social e disse que  “povo brasileiro é forte e não tem medo do perigo”.

Tudo o que sabemos sobre:
Jair Bolsonaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.