Renato Vasconcelos/Estadão
Renato Vasconcelos/Estadão

Em São Paulo, bolsonaristas pedem o impeachment de ministros do STF

Grupo se concentra na Avenida Paulista em apoio a deputado condenado que recebeu perdão do presidente

Renato Vasconcelos, O Estado de S.Paulo

01 de maio de 2022 | 14h01

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) se reuniram na tarde deste domingo, 1º, na Avenida Paulista, em um ato convocado contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e em defesa do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). Assim como na manifestação de Brasília, que teve um rápida participação do presidente pela manhã, os bolsonaristas pediam a demissão dos ministros do STF.

Por volta das 13h, a maior concentração de apoiadores do presidente se encontrava entre as Ruas Peixoto Gomide e Pamplona. 

Imagens de Silveira, que é esperado no local, estavam afixadas em alguns dos palcos e carros de som posicionados na avenida. Condenado a 8 anos e 9 meses de prisão por ataques à democracia e por incitar violência física contra ministros da Corte, o deputado recebeu o perdão de Bolsonaro no último dia 21. 

Havia ainda faixas de movimentos de direita como a Marcha da Família, Ordem dos Advogados Conservadores do Brasil e Foro Conservador. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), pré-candidatos à Presidência, foram alvo de críticas.

As forças de policiamento do Estado de São Paulo prepararam um esquema especial, com efetivo de 840 policiais, para garantir a segurança nas manifestações deste domingo. As centrais sindicais realizam no Pacaembu um ato pelo Dia do Trabalhador. Lula é esperado nesta tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.