Em reunião, Dilma e Requião discutem dívida do Paraná

O principal assunto discutido na reunião entre a ministra da Casa civil, Dilma Roussef, e o governador Roberto Requião, nesta terça-feira, foi o pagamento da dívida pública por parte do Paraná, pois o Estado compensa os valores cobrados por conta de uma negociação realizada com o Banco Itaú durante o processo de privatização do Banestado. A ministra disse que o problema será solucionado no âmbito do ministério da Fazendo e da Secretaria do Tesouro Nacional. Essa dívida já acumulou prejuízos de aproximadamente R$ 150 milhões ao Paraná somente em multas por inadimplência. Dilma visitaria o porto do Paranaguá, acompanhada do superintendente Eduardo Requião, que vai discutir novas reivindicações como o investimento federal para dragagem e para a concessão do porto.Requião também pediu maior participação do governo federal nas ações de segurança pública e investimentos em infra-estrutura energética. Segundo a ministra, a pauta foi legítima e alguns casos poderão ser resolvidos facilmente. "Os investimentos na infra-estrutura vão ao encontro do programa do governo federal, com relação à dívida, isso será discutido no âmbito da Fazenda. Mas queremos chegar a um consenso", afirmou Dilma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.