Em protesto, tucanos saem da Comissão Mista de Orçamento

Decisão do PSDB é um protesto contra suposta prática de irregularidades; atitude não afeta o Orçamento 2008

CIDA FONTES, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 16h50

O PSDB formalizou nesta quinta-feira, 28, a retirada de deputados e senadores do partido da Comissão Mista de Orçamento. A medida foi anunciada pelo líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), e será seguida pelo líder na Câmara, José Aníbal (SP). Um requerimento apresentado à Mesa Diretora retira da comissão os senadores Sérgio Guerra (PE), Flexa Ribeiro (PA), Cícero Lucena (PB) e Lúcia Vânia (GO).     Veja também:       Comissão aprova Orçamento com corte de R$ 12,4 bilhões   A decisão do PSDB é um protesto contra a suposta prática de irregularidades na comissão, que há dois dias vem sendo denunciada pelo PSDB sem que tenha havido qualquer providência por parte da Comissão. Segundo Virgílio, a atitude é um protesto pela manutenção, pela comissão, do Anexo I (metas e prioridades) no relatório final, com R$ 534 milhões em emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União (OGU), a maioria de integrantes da comissão. Os tucanos estão preocupados com a introdução de emenda de relator para a liberação de recursos, instrumento que não existe. Na terça-feira, em pronunciamento no plenário do Senado, o presidente nacional do PSDB, senador Sergio Guerra (PE), denunciou a existência de um pequeno grupo que estaria manipulando a distribuição de verbas no Orçamento e defendeu até mesmo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as irregularidades. Sem citar nomes, Guerra afirmou que esse grupo aprova "arbitrariedades e se sobrepõe ao restante da comissão", e concluiu "que deveria ser investigado".     A decisão tomada pelo PSDB é inócua para os trabalhos deste ano, uma vez que a votação do relatório final da proposta orçamentária para 2008 foi concluída hoje (28). Na próxima semana, o relatório do deputado José Pimentel (PT-CE) deve ser votado em sessão do Congresso Nacional.  

Tudo o que sabemos sobre:
Comissão Mista de Orçamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.