Em protesto pela reforma agrária, MST invade Incra em Brasília

As principais reivindicações são a recuperação das habitações rurais e assistência técnica para assentamentos

Rosana de Cassia, do Estadão

31 Outubro 2007 | 16h26

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam nesta manhã a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Brasília. A ocupação, segundo nota do MST, é em protesto contra a inoperância do Instituto, em relação à reforma agrária no Distrito Federal e entorno.  As principais reivindicações são a recuperação das habitações rurais, assistência técnica para os assentamentos e a concretização da desapropriação de áreas que já estão liberadas para a reforma agrária - em alguns casos, há mais de 3 anos. De acordo com a nota do MST, os trabalhadores sem terra estão dispostos a permanecer no prédio ocupado até que o Incra sinalize providências concretas.

Mais conteúdo sobre:
MSTinvasãoIncra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.