Em protesto, internautas propõem até fim do Senado

E-mails ao portal estadao.com.br reclamam contra absolvição de Renan

Moacir Assunção, Estadão

15 de setembro de 2007 | 07h20

Críticas aos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Aloizio Mercadante (PT-SP) - apontado como o responsável por arquitetar a absolvição do presidente do Senado -, ao PT e ao presidente Lula e até propostas de extinção do Senado e da Câmara são a tônica dos mais de 500 e-mails de leitores ao portal estadao.com.br, divididos entre o Fórum, o blog do jornalista Daniel Piza e comentários sobre reportagens, enviados desde quarta-feira, quando Renan salvou seu mandato.  O leitor Jorge Batalha descreve a reação da filha de 6 anos à notícia da absolvição: "Papai, quando crescer, quero ser política". Ele respondeu que não deveria porque políticos "vendem a dignidade". Em carta ao presidente do Senado, Batalha diz que "a voracidade com que vossa excelência se apegou ao cargo mais parece um marisco incrustado na pedra". Os leitores João Gonçalves Batistelli e Maria Angela Zacchi fizeram questão de pedir aos amigos que mandassem cartas de protesto aos senadores pela absolvição. "Precisamos de um Brasil mais justo para nossos filhos e netos", justificam na correspondência, que traz os endereços eletrônicos dos parlamentares. Luiz Geraldo Dias pede a extinção do Senado. Luiz Camargo faz uma crítica contundente a Mercadante. " No voto aberto, Renan seria cassado, não foi porque vocês são da mesma laia, é uma pena, pois eu ,trouxa, acreditava em você." O leitor Corival Carmo questiona as escolhas do senador. "Para se reeleger, o senhor não precisaria se aliar ao Renan. O senhor poderia escolher entre ser um Eduardo Suplicy ou uma Ideli Salvatti e o senhor escolheu ser Ideli", diz, em referência à senadora do PT catarinense. Um leitor que se identifica apenas como Antônio Carlos ironiza a fala de Renan, que disse que iria rezar . "Reze por todos nós, senador! Porque, lamentavelmente, parece que não resta mais nada a se fazer neste País . A nossa classe política parece ter saído mesmo das profundezas do inferno! Precisamos exorcizar esses demônios que tomaram conta do Congresso ou estaremos todos condenados!"

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Renan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.