Em protesto contra ministra, índios invadem diretório do PT em Curitiba

Manifestantes contrariaram postura de Gleisi Hoffman na demarcação de terras indígenas no Estado

Gabriela Viera, Agência Estado

03 Junho 2013 | 16h57

Um grupo de aproximadamente 30 índios da tribo caingangue ocupa desde a manhã desta segunda-feira, 3, o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) do Paraná. A sede, que fica na capital Curitiba, foi invadida pelos indígenas por volta das 8h. Eles viajaram durante a madrugada do município de Mangueirinha, no sudoeste do Estado, até a capital.

Os índios protestam contra a postura da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman (PT), em relação à demarcação de terras indígenas. Gleisi foi eleita senadora pelo Paraná.

O diretório paranaense do PT emitiu uma nota dizendo que "articulou junto ao Ministério da Justiça e à Casa Civil a realização de uma audiência para que o grupo apresente suas reivindicações ao governo federal". Segundo o comunicado, para que a reunião aconteça, basta apenas que os índios aceitem a proposta. As atividades na sede do partido foram suspensas nesta segunda.

Mais conteúdo sobre:
índios PT Paraná

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.