Reprodução
Reprodução

Em protesto a Feliciano, Daniela Mercury publica foto com namorada

'É proibido beijar no Brasil, é?', questiona a cantora em apoio às estudantes presas após se beijarem durante culto evangélico ministrado pelo deputado

O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2013 | 12h19

A cantora baiana Daniela Mercury publicou nesta terça-feira, 17, em sua página do Instagram uma foto em que está beijando sua namorada, a jornalista Malu Verçosa. A publicação, escreveu ela, é um apoio às duas estudantes que foram presas a mando do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) depois de se beijarem durante um culto evangélico ministrado pelo parlamentar no domingo passado em São Sebastião (SP).

 

Acompanhada da foto, a cantora faz uma provocação: "Só uma pergunta: é proibido beijar no Brasil, é?". A imagem foi vista e curtida por mais de 4000 internautas até o fechamento desta reportagem.

 

Joana Palheiros, de 18, e Yunka Mihura, de 20, foram presas por guardas municipais a pedido do deputado durante o evento evangélico Glorifica Litoral, que reuniu cerca de 2000 pessoas no domingo passado. De cima do palco, Feliciano acusou as duas garotas de vilipendiar o público e chamou as duas de cachorrinhas, sob aplausos dos fiéis.

 

As duas jovens participavam de um ato contra o pastor, que reuniu cerca de 20 pessoas. O beijo, segundo elas, era uma forma de protesto contra Feliciano, acusado de ser homofóbico.

 

É a segunda vez que Daniela Mercury se manifesta em defesa dos homossexuais. As duas vezes foram em protesto contra o deputado e pastor Marco Feliciano, depois de ele ter assumido a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. A primeira vez foi em abril, quando assumiu seu namoro com a jornalista Malu Verçosa.

Mais conteúdo sobre:
felicianoDaniela Mercury

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.