Em pesquisa, Suplicy surpreende mandarins do PT

Pesquisa para medir o potencial eleitoral de quatro possíveis candidatos do PT à presidência da República mostra um empate técnico entre o presidente de honra do partido, Luiz Inácio Lula da Silva, e o senador Eduardo Suplicy (SP). Na pergunta sobre quem seria o melhor presidente, caso fosse eleito, Lula foi escolhido por 36% das pessoas ouvidas. Já 34% dos entrevistados preferiram Suplicy. O prefeito de Porto Alegre, Tarso Genro, e o ex-governador do Distrito Federal Cristovam Buarque foram os escolhidos, respectivamente, por 10% e 3% das pessoas consultadas. De acordo com o diretor da empresa que formulou a enquete, a O&P Brasil, Fernando Jorge, foram entrevistadas por telefone, pela Vox Populi, mil pessoas (1000) em todo o País. Ele chamou a atenção para o fato do índice de rejeição a Lula como presidente, de 32%, ser bem superior ao de Suplicy, de 14%. Em resposta à pergunta sobre quem seria o pior presidente, a rejeição a Tarso Genro é de 13%, enquanto 8% das pessoas consultadas escolheram Cristovam. Outro dado que segundo Fernando Jorge deve ser levado em consideração é o emprego do telefone na pesquisa, o que reduz o alcance à parcela mais carente da população.Suplicy passa um ponto à frente de Lula na opinião das mulheres sobre quem seria o melhor presidente, com 35% de aprovação contra 34%. Já Lula, com índice de 41%, é o preferido das pessoas de 16 a 24 anos, sendo que 33% delas apoiam Suplicy. A situação do senador é mais cômodo entre as pessoas com mais de 40 anos: 36% delas responderam que ele seria o melhor presidente contra 31% que preferiram Lula. Os dois obtiveram o mesmo porcentual, de 38%, na preferência das pessoas com o segundo grau completo ou incompleto. Entre os entrevistados com o primeiro grau completo a pesquisa mostra que 41% deles são apontaram Lula contra 26% que optaram por Suplicy. Nas capitais, 38% dos moradores escolheram Suplicy, contra 30% das pessoas que optaram por Lula, que tem ainda a preferência de 38% da população do interior. Lula tem mais chance de se eleger com os votos do Nordeste, onde foi apoiado por 50% das pessoas consultadas. O "filão eleitoral" de Suplicy é a Região Sudeste, com 42% de apoio contra 33% de Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.