Em Pernambuco, seis novas invasões do MST

O Movimento dos Sem-Terra (MST) realizou nesta segunda-feira mais seis invasões de terra em Pernambuco, totalizando 14 desde o final de semana. Em 13 delas, o movimento cumpriu o prometido de desrespeitar a Medida Provisória que impede desapropriação em terra ocupada, dentro da nova estratégia do movimento de ignorar abertamente a MP, como forma de derrubá-la.Em apenas uma das invasões, na Fazenda Mumbuca, em João Alfredo, no agreste, a medida foi respeitada. A propriedade tem 1,7 mil hectares, de acordo com o movimento, e 150 famílias acamparam nas suas proximidades.Um total de 4.290 famílias foram mobilizadas nas ações, segundo o MST. Até o dia 17 de abril, quando faz aniversário o episódio que ficou conhecido como "o massacre de Carajás", com a morte de 19 sem-terra em Eldorado de Carajás, no Sul do Pará, Amorim promete realizar um mínimo de 20 ocupações de terra no Estado. A Polícia Militar informou que só irá agir mediante ação judicial. Até o final da tarde desta segunda, ela não havia sido acionada, e nenhum conflito havia sido registrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.