Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Em pedalada matinal, Dilma 'foge' de pixuleco

Analista financeiro tentou abordar presidente afastada vestido de pixuleco com dois metros de altura em bicicleta, mas foi barrado; Dilma sorriu e acenou demonstrando bom humor

Dida Sampaio e Carla Araújo, O Estado de S. Paulo

13 de junho de 2016 | 11h18

BRASÍLIA – Em seu tradicional passeio matinal de bicicleta nesta manhã de segunda-feira, 13, a presidente afastada Dilma Rousseff foi surpreendida por um manifestante vestido de pixuleco com dois metros de altura montado em uma pequena bicicleta. O manifestante tentou se aproximar da presidente, que estava acompanhada por dois seguranças e por seu personal trainer, mas foi contido por uma barreira de carros.

Ao avistar o manifestante, próximo ao hotel Royal Golden Tullip, habilidosamente Dilma arrancou em velocidade com sua bicicleta Specialized e desviou a direção indo pela pista na contramão. A presidente seguiu com tranquilidade o passeio, passando na frente do Palácio do Jaburu, até retornar ao Alvorada.

Ao chegar em sua residência oficial o manifestante com o boneco – que tem a representação do ex-presidente Luiz Inácio da Lula da Silva vestido de presidiário – tentou de novo se aproximar da presidente e foi barrado por seguranças. Dilma sorriu e acenou demonstrando bastante bom humor.

Identificado como Vinicius Carvalho, o manifestante disse ser analista financeiro e afirmou estar em na terceira graduação. Segundo ele, a ideia era entregar caixas de pizza e papel higiênico para Dilma. “É uma manifestação pacífica, ela acabou de fazer a merda e quer que tudo vire pizza”, disse.

Carvalho, que disse ser ligado ao Movimento Brasil, falou ainda que quer demonstrar apoio ao juiz Sergio Moro, que comanda as investigações da Operação Lava Jato, e quer também ver a “efetivação do impeachment” para “acabar a corrupção no país”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.