João Ricardo/PTB
João Ricardo/PTB

Em passeio de lancha, Cristiane Brasil se defende de ações trabalhistas

Com uma música tocando ao fundo e acompanhada de quatro homens de torso nu,  Cristiane diz que 'todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata'

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

29 Janeiro 2018 | 12h43
Atualizado 29 Janeiro 2018 | 20h56

RIO  - Um vídeo em que a deputada federal Cristiane Brasil (PTB) aparece cercada por homens de torso nu, aparentemente em uma lancha, se defendendo das acusações de irregularidades trabalhistas usadas para impedi-la de tomar posse como ministra do Trabalho, tornou-se nesta segunda-feira, 29, viral na internet. Nele, com uma música ao fundo e acompanhada de quatro homens, dois deles com óculos escuros,  Cristiane diz que “todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata”. Também afirma jurar que não deve nada e declara que vai prová-lo "em breve".

+++ Cármen barra posse e expõe divisão jurídica no governo

“Eu tenho para falar pra vocês o seguinte: todo mundo tem o direito de pedir qualquer coisa na Justiça. Todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata. O negócio é o seguinte: quem é quem tem o direito? Ainda mais na Justiça do Trabalho? Eu juro para vocês que eu não achava que eu tinha nada para dever para essas duas pessoas que entraram contra mim e eu vou provar isso em breve”, diz.

 

Um dos homens que a acompanham pede para dar uma declaração “como empresário” e diz que “ação trabalhista toda hora a gente tem”. “Eu posso dar uma declaração como empresário aqui? Ação trabalhista toda hora a gente tem”, diz.  Um outro completa. “Todo mundo pode ter, eu tenho, ele tem”. “E eu tô  com você, doutora”, diz.

+++ PGR diz que cabe ao STF, não ao STJ, decidir sobre posse de Cristiane

No fim da gravação, Cristiane diz: “Eu só quero saber o seguinte: quem que pode passar na cabeça das pessoas que entram contra a gente em ações trabalhistas?”

 

O advogado Dominique Sander, do Movimento dos Advogados Trabalhistas, que moveu ação na Justiça para impedir a posse da ministra, não viu com bons olhos a “defesa” da deputada.

+++ STJ derruba liminar e abre caminho para posse de Cristiane Brasil

 

“Interessante: note que ela diz que não fazia ideia de que estava cometendo irregularidade. Considerando que anotar carteira de trabalho de empregados é algo extremamente primário na relação de emprego, me parece que temos no vídeo uma confissão expressa de que a pretensa ministra não tem os conhecimentos mais básicos necessários para exercício do cargo”, disse o advogado ao Estado.

 

O vídeo, gravado por um amigo da deputada, não foi publicado em sua página oficial do Facebook, mas viralizou nas redes sociais. Virou motivo de piadas.

 

 

+++ Grupo de advogados recorre ao STF contra posse de Cristiane Brasil

Outro lado. A assessoria de imprensa da parlamentar divulgou nota sobre o vídeo.

"A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) afirma que a gravação e a divulgação do vídeo foram manifestações espontâneas de um amigo, editadas fora do contexto."

 

"A deputada reitera ainda o seu respeito à Justiça do Trabalho e à prerrogativa do trabalhador reivindicar seus direitos."

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.