Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Em nota, Temer diz que não cogita disputar a eleição presidencial em 2018

Em entrevista na edição deste domingo do 'Estadão', o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a candidatura de Temer à reeleição em 2018

André Ítalo Rocha, O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2016 | 12h11

SÃO PAULO - Em nota divulgada no site do Palácio do Planalto, o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), negou neste domingo, 31, que tenha intenções de disputar a eleição presidencial de 2018.

"Fico honrado com a lembrança de meu nome como possível candidato em 2018", afirmou Temer. "Mas reitero, uma vez mais, que apenas me cabe cumprir o dever constitucional de completar o mandato presidencial, se o Senado Federal assim o decidir. Não cogito disputar a reeleição."

Na nota, Temer ressaltou que "todos meus esforços, e de meu governo, estão voltados exclusivamente para garantir que o Brasil retome a rota do crescimento e seja pacificado".

Em entrevista na edição deste domingo do Estadão, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a candidatura de Temer à reeleição em 2018.

"Se o Michel for confirmado presidente, e o governo chegar a 50% de ótimo e bom, ele é que será o candidato do nosso campo, quer queira, quer não", disse Maia. "Nesse caso, há uma forte tendência de ir para o segundo turno e ganhar de Lula." 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.