Em nota, Renan nega articular reeleição de Aldo

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quinta-feira, em nota à imprensa, que "não participa, não articula e não discute direta ou indiretamente a eleição da Câmara dos deputados". Na nota, Renan disse ainda que seria uma "deselegância e intromissão indevida" sua participação na eleição para a presidência da Câmara. "Esclarece o presidente que mantém boas relações políticas e pessoais com todos aqueles nomes apontados na mídia como supostos candidatos e que respeita e acha natural o direito de cada um deles de pleitear postos partidários ou institucionais", diz a nota. Segundo reportagem publicada no Estado, nesta quinta-feira, deputados do PMDB de 12 Estados - convencidos de que Renan e o senador José Sarney trabalham pela candidatura de Aldo - estariam se articulando em torno do líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), só para impor uma derrota à dupla de políticos peemedebistas. Renan Calheiros é candidato à reeleição na presidência do Senado e seu grupo do PMDB estaria apoiando a candidatura à reeleição do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP)

Agencia Estado,

28 Dezembro 2006 | 17h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.