Em nota oficial, PL declara apoio ao governo

Depois de participar de uma reunião no Palácio do Planalto, o líder do PL na Câmara, Sandro Mabel (GO) divulgou nota, assinada também pelo presidente do partido, deputado Valdemar Costa Neto (SP), na qual a Executiva e a bancada na Câmara reiteram ?apoio incondicional? ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ontem, Costa Neto pediu a saída do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.O partido reconheceu, por meio da nota, que a substituição de ministrosé de competência exclusiva do presidente da República. E reafirmam contudo que o centro das preocupações do Partido Liberal reside no fato de que as elevadas taxas de juros inibem os investimentos em atividades produtivas. Na noite desta terça-feira, presidente do PL voltou a criticar as altas taxas de juros praticadas pelo governo, durante exibição na televisão de propaganda do partido. Costa Neto, porém, não citou nome de integrantes do governo.Segundo a edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo, o Planalto entendeu que as críticas de Costa Neto a Palocci se devem ao fato do presidente do PL não ter conseguido indicar diretores para o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O partido negou ao jonral que as críticas tinham motivação fisiológica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.