Em Natal, oposição centra crítica na área da saúde

Os três candidatos de oposição, deputados federais Fátima Bezerra (PT) e Ney Lopes (PFL) e o estadual Luiz Almir (PSDB), centraram fogo na gestão da prefeitura na área da Saúde, no primeiro debate entre os candidatos realizado hoje pela TV Globo. Os ataques disparados criticaram a falta de remédios e condições de trabalho nos 42 postos da capital potiguar. O prefeito Carlos Eduardo Alves (PSB) respondeu que 500 funcionários estão sendo contratados e que sua administração está implantando o plano de cargos e salários da categoria.Fátima acusou Carlos Eduardo de integrar um grupo que comanda a prefeitura natalense há 16 anos, repetindo a idéia diversas vezes no debate da TV Cabugi (afiliada Globo). Segundo colocado nas pesquisas, Luiz Almir passou o debate amparando-se no apoio dado por quatro ex-governadores à sua candidatura. Carlos Eduardo preferiu destacar o fato de seus oponentes não terem experiência administrativa. O prefeito brincou com o deputado Ney Lopes, dizendo que ele precisa vir mais a Natal. "Sua experiência é de passista na Marques de Sapucaí (...), fui vice-prefeito de Natal e presido um organismo com presença de vários países (Parlatino)", retrucou Ney.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.