Em MG, prefeito é acusado de atirar em rival político

O prefeito da cidade mineira de Paraopeba, Marcelo Carvalho da Silva (PT), é acusado de atirar no servidor público e presidente do PMDB no município, Wilson de Campos Rocha. De acordo com Tatiane de Oliveira Campos, filha de Rocha, o pai foi ameaçado de morte no último sábado enquanto assistia ao jogo do Brasil. Segundo ela, Silva foi até a casa de Rocha e disparou três tiros para cima e um na direção do peemedebista, que não o atingiu. De acordo com Tatiane, os dois seriam adversários políticos. Rocha teria entrado com uma ação pública contra o prefeito e isso o motivou a ameaça.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

11 de julho de 2011 | 21h06

De acordo com a Polícia Civil, uma pistola semiautomática 380 teria sido usada na tentativa de homicídio, crime não confirmado pela polícia. O prefeito prestou depoimento durante duas horas e foi liberado. Ele deverá responder a inquérito policial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.