Em mesagem ao Congresso, Lula destaca programas sociais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, na mensagem que encaminhou nesta quarta-feira ao Congresso Nacional, por ocasião da abertura do ano legislativo, que o Programa Bolsa Família deverá atingir neste ano 100% da população que vive em condições de extrema pobreza. No ano passado, o programa, de acordo com a mensagem lida pelo primeiro secretário da Câmara dos Deputados Inocêncio Oliveira (PL-PE), alcançou um total de 8,7 milhões de famílias. O número, segundo o texto da mensagem, corresponde a 77% das famílias que vivem abaixo da linha da pobreza.Lula afirmou na mensagem que a inflação alta penaliza duramente os mais pobres e inviabiliza qualquer projeto de desenvolvimento econômico de longo prazo. "O Brasil de hoje é um país com mais desenvolvimento e menos desigualdade. Um país no qual o econômico e o social, longe de ser excludentes, caminham lado a lado", afirmou. O presidente também destacou o aumento dos investimentos do governo em programas sociais. No primeiro ano do governo, o total alocado nestes programas ficou em R$ 11,4 bilhões e chegou a atingir os R$ 17,8 bilhões em 2005. Para este ano, o presidente Lula disse que os investimentos em programas sociais deverão atingir a marca dos R$ 21,2 bilhões. A mensagem de Lula ressaltou as ações feitas pelo governo no sentido de atender as demandas das populações da zona rural do país. O programa Luz para Todos, de acordo com a mensagem, já teria levado a energia elétrica para cerca de 2,2 milhões de pessoas que vivem no interior do país.MínimoO presidente defende na mesma mensagem o valor do novo salário mínimo, que passará a R$ 350 em 1º de abril, e o fato de ter sido negociado com as centrais sindicais. "Ganha o trabalhador, que receberá um salário mínimo mais digno, mas ganha também o país como um todo, com os R$ 15 bilhões que irão aquecer a economia graças ao aumento do poder de compra de significativa parcela da população brasileira", disse. Exportações em expansãoLula afirmou na mensagem que as exportações do País continuarão a se expandir neste ano. De acordo com a mensagem, o aumento das exportações de produtos fabricados no Brasil ajudará a criar mais emprego e renda neste ano. O presidente destacou que, em 2005, as exportações já atingiram o valor recorde US$ 118,309 bilhões e que o saldo da balança comercial foi superavitário em US$ 44,764 bilhões. A mensagem do presidente Lula foi levada ao Congresso pela ministra chefe da Casa Civil. Dilma Rousseff.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.