Em menos de três horas, 164 urnas são substituídas em SP

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo emitiu boletim às 10h30, informando que foram substituídas 164 urnas eletrônicas das 17.142 utilizadas nas eleições no Estado. Segundo a assessoria do TRE, elas foram trocadas porque apresentaram problemas técnicos. Em 2002, haviam sido substituídas um total 1,03% das urnas.Sobre os 24 candidatos cassados pelo TRE-SP até ontem, sete cassações já foram revogadas com a decisão do Tribunal Superior Eletioral (TSE) em resposta aos recursos dos políticos atingidos. Os beneficiados pela decisão do TSE são: o candidato à reeleição para a Prefeitura de Cerquilo, Aldomir José Sanson, e seus concorrentes José Antônio Machado e Antônio Del Bem Júnior; o candidato a prefeito de Indaiatuba, Rubeneuton Oliveira Lima; o candidato a prefeito de Tatuí Luiz Gonzaga Vieira Camargo; os candidatos a vereador de Indaiatuba José Onério da Silva e Núncio Lobo Costa.Deverão ir às urnas neste domingo em todo o Estado de São Paulo 27.055.013 eleitores, uma população equivalente a dos países europeus Portugal, Bélgica e Bulgária juntos. Na capital paulista, dos 10,6 milhões de habitantes, 7.771.503 são eleitores e deverão comparecer a 42 zonas eleitorais, escolhendo entre um total superior a 2.000 candidatos, entre prefeitos e vereadores.A maior zona eleitoral da cidade fica em Guaianazes, na zona leste, que possui 334 mil eleitores. A venda de qualquer tipo de bebida alcólica está proibida pelo TRE. A lei seca está em vigor das 8h às 17h de hoje, período da votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.