ANDRE DUSEK|ESTADAO
ANDRE DUSEK|ESTADAO

Em meio à discussão do impeachment, Temer se encontra com Alckmin em São Paulo

Vice-presidente embarcou nesta quinta para a capital paulista onde, na segunda-feira, encontrará o governador e participará de dois eventos

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2015 | 15h58

BRASÍLIA - Em meio à discussão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) vai ser recebido pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), na próxima segunda-feira, 7, no Palácio dos Bandeirantes.

Temer vai participar da cerimônia de entrega do prêmio “Líderes do Brasil”, organizado pelo empresário João Doria, também filiado ao PSDB. Mais cedo, o vice também tem uma agenda com representantes da Fecomércio em São Paulo. A assessoria de imprensa de Temer afirmou que o vice vai comparecer aos dois eventos porque os compromissos já estavam agendados há algum tempo.

Entre os tucanos, Alckmin sempre teve uma postura mais moderada em relação ao impeachment de Dilma. Nos últimos tempos, porém, o governador tem aumentado o tom contra a petista.

Temer embarcou nesta quinta para São Paulo depois de um rápido encontro com Dilma. Ele avisou à presidente que não participaria da reunião da equipe de coordenação política convocada para esta tarde. O grupo vai discutir como organizar a base aliada para enfrentar o processo de impeachment no Congresso.

Na quarta-feira, 2, horas antes de o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciar que aceitaria o pedido para afastar Dilma, Temer se reuniu com sete senadores da oposição no Palácio do Jaburu. O grupo, composto por nomes como José Serra (PSDB-SP), pediu para que o vice ajudasse a por fim à crise que assola o País e apoiasse o andamento do processo de impeachment.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.