Em Manaus, 50 mil vão ao desfile de 7 de Setembro

Cerca de 50 mil pessoas, informou a Polícia Militar, assistiram ao desfile militar pelo 7 de Setembro no Sambódromo de Manaus hoje pela manhã. O desfile começou com quase duas horas de atraso, sem que houvesse uma explicação para o ocorrido. O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, e o governador, Omar Aziz, não compareceram ao evento. Com isso, as vaias do público para o atraso do início do desfile sobraram para o vice-governador José Melo, vaiado assim que chegou ao local. No fim da tarde, foi realizada na Avenida Constantino Nery a 17ª edição do Grito dos Excluídos. A prioridade neste ano, segundo nota do movimento SOS Encontro das Águas, foi o de alertar sobre o cancelamento do tombamento do Encontro das Águas. O ato foi uma iniciativa da Igreja Católica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.