Em férias, Dilma faz plástica no rosto

Depois de um ano em que esteve sob os olhares atentos de aliados e de adversários políticos - como coordenadora do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e favorita para disputar a Presidência da República pelo PT, em 2010 -, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, tirou duas semanas de férias para descansar e cuidar da aparência.Ela está com a família em Porto Alegre, onde, segundo informou o blog do jornalista Ricardo Noblat, fez uma cirurgia plástica no rosto. A assessoria de imprensa da ministra não confirmou nem desmentiu a informação, com o argumento de que não trata de sua vida pessoal.O médico que a atendeu, Renato Vieira, também não quis comentar o tema, alegando sigilo profissional. Mas pessoas próximas à ministra confirmaram a intervenção, feita na tarde do último sábado.Recentemente, Dilma trocou os óculos por lentes de contato. Em evento com colegas de partido, vestiu vermelho, a cor do PT. A preocupação com a imagem se justifica. Se em 2008 a ministra foi chamada de "mãe do PAC" pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aumentou muito a exposição ao público, no próximo ano a maratona deverá ser ainda mais intensa. O próprio presidente já afirmou que pretender ver Dilma em evidência no próximo ano.Num café da manhã com jornalistas, na última sexta-feira, o presidente Lula chegou a sugerir a Dilma que passe a dar mais entrevistas, para ficar mais conhecida. "Ela tem os jornais, a televisão, as rádios, a internet, tudo à sua disposição", disse o presidente. "E comanda o PAC, que no ano que vem vai inaugurar dezenas e dezenas de obras", acrescentou.Dilma não terá pela frente no ano que vem apenas as obras do PAC. Caberá a ela comandar o processo de regularização das terras da Amazônia Legal, onde 90% das posses são ilegais.Para isso, o governo enviará ao Congresso projeto que modifica nove leis. Do jeito que está, uma norma neutraliza a outra. Com a eliminação dos entraves legais, é possível que a tarefa seja cumprida em quatro anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.