Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Em feriado de Natal, Bolsonaro brinca com drone no Palácio da Alvorada

A aeronave sobrevoou a área onde o presidente mora por alguns minutos, passando pela Bandeira Nacional e pelo local onde ficam os visitantes e a imprensa

Daniel Weterman e Dida Sampaio, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2019 | 16h38

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro aproveitou o feriado de Natal para estrear um novo "brinquedo". Na manhã desta quarta-feira, 25, o chefe do Executivo operou um drone no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República. 

A aeronave sobrevoou a área onde o presidente mora por alguns minutos, passando pela Bandeira Nacional e pelo local onde ficam os visitantes e a imprensa, do lado de fora.

O voo surpreendeu até integrantes da segurança do Alvorada. "Águia operando drone" foi a informação repassada aos servidores, revelando que o equipamento estava sendo controlado pelo próprio presidente da República, chamado de "águia" pelos seguranças. 

O modelo operado por Bolsonaro é um Mavic 2, principal drone da DJI - fabricante chinesa de veículos aéreos não tripulados. O uso desses equipamentos na área da residência oficial só é permitido com autorização específica.

O equipamento controlado pelo presidente é de uso pessoal. Neste primeiro ano do mandato de Bolsonaro, a Presidência da República autorizou uma licitação para compra de sistema de proteção contra drones, de até R$ 2,2 milhões, para segurança do chefe do Planalto e do vice-presidente Hamilton Mourão.

Além disso, Bolsonaro já defendeu um projeto de lei para autorizar o uso de drones em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), quando o Exército é chamado para atuar em situações específicas no País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.