André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Em evento do PC do B, Maia aplaude programa partidário que chama Temer de 'golpista'

Questionado pelos jornalistas, Maia riu da gafe e admitiu que não tinha se dado conta do conteúdo do vídeo: 'Tinha? Não vi'

Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

22 Março 2017 | 16h29

BRASÍLIA - Enquanto o plenário da Câmara tentava votar o projeto que regulamenta a terceirização no País, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), se ausentou por alguns minutos para participar de um evento comemorativo aos 95 anos do PCdoB. Em posição central na mesa dos trabalhos, Maia assistiu a um vídeo do partido chamando o presidente Michel Temer de "golpista", "ilegítimo" e pedindo o "Fora Temer". Sem constrangimento, Maia aplaudiu a peça veiculada nesta terça-feira, 21, no rádio e na TV pelo partido.

Questionado pelos jornalistas, Maia riu da gafe e admitiu que não tinha se dado conta do conteúdo do vídeo. "Tinha (no vídeo golpista e Fora Temer)? Não vi", afirmou.

Em seu discurso, Maia lembrou que sua origem política foi de esquerda, que na juventude empunhou a bandeira do PCdoB em campanhas eleitorais e destacou que sua família foi exilada. Maia nasceu no Chile durante o exílio da família.

O deputado apontou também a parceria com a bancada do PCdoB na Câmara, que apoiou sua reeleição, e observou que se aproximou da sigla durante a gestão do ex-presidente da Casa, Aldo Rebelo (PCdoB-SP). "Desde ali tenho a honra de estar muito próximo dos deputados do PCdoB", declarou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.