Em conversa com FHC, Marina diz que PSDB também atacou

A candidata derrotada na disputa presidencial, Marina Silva (PSB), falou ontem (8) com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) sobre o tom desrespeitoso de ataques durante a campanha de primeiro turno, disse uma pessoa próxima à ex-ministra. "Ela falou da pancadaria no primeiro turno e de como o PSDB se aliou ao PT nos ataques", relatou a fonte.

ANA FERNANDES E ISADORA PERON, Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2014 | 20h36

Ainda segundo o relato, o ex-presidente lamentou o nível da campanha e que o seu partido tenha tomado parte nesse tipo de estratégia, ainda que de forma menos pesada que o PT de Dilma Rousseff. Fernando Henrique teria sinalizado que faria um esforço para que o nível de debate no segundo turno fosse mais qualificado.

Não se falou diretamente sobre os pontos programáticos que Marina pretendia levar ao PSDB para declarar apoio ao candidato Aécio Neves, disse a fonte. O antigo coordenador geral da campanha de Marina e porta-voz do seu projeto de partido Rede Sustentabilidade, Walter Feldman, entregou na tarde desta quinta-feira uma carta da ex-ministra e um documento programático preparado pela Rede ao deputado federal Marcus Pestana (PSDB-MG).

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesMarinaFHCataques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.