Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Em convenção partidária, Bolsonaro pede desfiliação do PP

Deputado federal mais votado nas eleições do ano passado afirmou não ter espaço na legenda

Daniel Carvalho, O Estado de S. Paulo

14 Abril 2015 | 12h13

BRASÍLIA - Deputado mais votado do PP e do Rio de Janeiro nas últimas eleições, com 464.572 votos, Jair Bolsonaro pediu sua desfiliação do partido nesta terça-feira, 14. A solicitação foi feita ao presidente da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), durante convenção nacional da sigla, em Brasília.


"Tenho sonhos, mas não tenho espaço (no partido)", afirmou Bolsonaro, ao ser chamado para discursar. "Com muita dor no coração, quase com lágrimas nos olhos, para que não tenha um sonho interrompido -e o meu sonho é o Brasil, não é o partido-, peço humildemente ao prezado senador Ciro Nogueira, sem perda do mandato, me conceda a minha desfiliação do Partido Progressista", afirmou o deputado. Nogueira não havia respondido ao pedido até a publicação desta reportagem.


Bolsonaro tem intenção de disputar a Presidência da República em 2018 e fez críticas ao partido quando a legenda apareceu como a com maior número de investigados na Operação Lava Jato. Ao todo, são investigados três de seus cinco senadores (60%), 18 dos 40 deputados do partido (45%), oito ex-deputados e o vice-governador da Bahia, João Leão. 

Mais conteúdo sobre:
Jair BolsonaroPPdesfiliação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.