Em convenção, DEM aprova coligação com o PSDB

Para o presidente de honra Jorge Bornhausen, Indio da Costa é 'jovem preparado' para a vice de Serra

Carol Pires, do estadão.com.br / BRASÍLIA,

30 de junho de 2010 | 16h24

Ao lado de Agripino e Bornhausen, o deputado ACM Neto discursa durante convenção do DEM

 

O DEM aprovou na tarde desta quarta-feira, 30, a coligação do partido com o PSDB na campanha de José Serra à Presidência da República. O vice-presidente do DEM, deputado ACM Neto (BA), conduziu a reunião e anunciou o resultado aprovado por aclamação. O presidente da legenda, deputado Rodrigo Maia (RJ), e o candidato José Serra embarcaram em São Paulo a caminho de Brasília por volta das 15h30 e só devem chegar à convenção por volta das 17h.

 

Índio da Costa é escolhido pelo DEM como o novo vice de José Serra  

 

Garcia diz que nunca ouviu falar em vice de Serra  

 

Descartado, Dias encontra cúpula do DEM em almoço

Os dois estavam reunidos em São Paulo, discutindo até o início da tarde a substituição do nome do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) para o cargo de vice na chapa de Serra. No lugar dele, o DEM indicou o deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ). O nome dele também foi aprovado pela convenção do partido.

O presidente de honra do DEM, Jorge Bornhausen, disse que Indio da Costa é um jovem preparado e lembrou que ele tem, na sua trajetória política, história como subprefeito de Copacabana, vereador por três mandatos no Rio, secretário de Estado no governo César Maia e, mais recentemente, foi relator do projeto Ficha Limpa na Câmara dos Deputados.

Ficha

O vice de José Serra começou na vida pública em 1993, na equipe do então prefeito César Maia. Está em seu quarto mandato parlamentar e foi eleito deputado federal em 2006 com 91,5 mil votos. Antes disso, foi vereador por três mandatos.

Antonio Pedro de Siqueira Indio da Costa, carioca de 39 anos, é advogado, especialista em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É autor de dois livros sobre gestão pública, Administração Pública no Século XXI (2007) e A Reforma do Poder (2003).

Na Câmara dos Deputados, é membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Comissão de Defesa do Consumidor e da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Em quatro anos de mandato apresentou 25 projetos de lei, na área da transparência do poder público, direito do consumidor, econômica e penal.

Como vereador no Rio, foi coautor da política de turismo da cidade do Rio de Janeiro. Atuou como secretário municipal de Administração (2001-2006), administrador do Parque do Flamengo (1993/94) e administrador regional de Copacabana/Leme.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoJosé SerraDEMconvenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.