AFP
AFP

Em concerto em Paris, Caetano faz coro com multidão por 'Fora, Temer'

Cantor e compositor participou do início dos festejos de 'Lavagem de Madalena', um dos principais eventos culturais promovidos por brasileiros na Europa

Andrei Netto, correspondente, O Estado de S. Paulo

03 de setembro de 2016 | 16h09

PARIS - Caetano Veloso se uniu ao coro de uma multidão de brasileiros e saudou seus espectadores com um "Fora, Temer" na noite de sexta-feira, 2, em Paris. O cantor e compositor participou da abertura dos festejos da "Lavagem de Madalena", um dos principais eventos culturais produzidos por brasileiros na Europa. 

Entre as canções, grande parte do público, que portava cartazes contra o governo e por eleições direitas, não perdoou a transição política no Brasil e entoou gritos de ordem contra o presidente Michel Temer.

O show aconteceu em frente à Igreja de Madalena, no centro de Paris, onde acontece o 15º Festival da Lavagem de Madalena, evento inspirado pelos festejos na igreja de Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador. Caetano foi o convidado de honra, que teve abertura com um concerto da sambista carioca Teresa Cristina. 

Ao subir ao palco, Caetano ouviu a multidão, que em sua maioria o recebeu aos gritos de "Fora, Temer". O cantor então sentou-se em uma cadeira e abriu seu espetáculo com a música "Luz do Sol". No intervalo entre duas canções, afirmou: "Boa noite e 'Fora, Temer'", sendo saudado pelos espectadores. Então completou: "Isso virou um cumprimento entre os brasileiros. É bonito".

Ao longo de cerca de uma hora, Caetano cantou alguns de seus maiores sucessos, como "Força Estranha", "Você é linda", "Menino do Rio", "Leãozinho" e "Tieta". Em cada intervalo entre as músicas, muitos manifestantes levantavam cartazes contra o impeachment, contra Michel Temer ou pedindo eleições diretas no Brasil.

Com cerca de uma hora de duração, o concerto acabou interrompido a pedido da polícia da França, que temia o risco de atentados terroristas em razão da concentração de milhares de pessoas no centro de Paris. Soldados armados com fuzis fizeram a segurança dos espectadores, enquanto o local começou a ser esvaziado pelo público.

Na saída do palco, Caetano não falou aos jornalistas brasileiros que o aguardavam.

Os eventos da Lavagem de Madalena começaram na quarta-feira e prosseguem até este domingo, quando o músico brasileiro deve participar do encerramento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.