Em comício no RS, Aécio pede fim de 'desgoverno'

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, fez críticas ao PT e à campanha da presidente Dilma Rousseff em comício na tarde deste sábado na capital gaúcha, ao lado da senadora Ana Amélia Lemos, que concorre ao governo do Rio Grande do Sul pelo PP, aliado dos tucanos no Estado. "Foi dada a largada para a campanha da decência e da dignidade", disse o senador aos militantes no ginásio Gigantinho. "Basta desse desgoverno, chega de tanta irresponsabilidade."

GABRIELA LARA E LUCAS AZEVEDO, Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2014 | 18h25

Em outro momento, Aécio afirmou que o PSDB não fará campanha com ataques covardes a quem quer que seja, mas sim "com propostas para mudar o Brasil".

Em um discurso inflamado, o mineiro falou que seus adversários não têm limites nas armas que usam para ficar no poder. "A cada ataque e mentira que contarem sobre nós, vamos falar a verdade sobre eles", falou.

Na coletiva de imprensa concedida antes do comício em Porto Alegre, Aécio havia concentrado as críticas à política econômica do governo da presidente Dilma Rousseff.

De acordo com a organização do evento, estavam presentes cerca de 8 mil pessoas. O ginásio, no entanto, tinha diversos espaços vazios.

Depois de Aécio foi a vez de Ana Amélia discursar no comício. De acordo com as pesquisas de intenção de voto, ela lidera a disputa no Rio Grande do Sul, na frente do atual governador, Tarso Genro (PT), que tenta a reeleição. "Daqui até a eleição temos a missão de levar o nome de Aécio para todos os rincões", afirmou Ana Amélia.

No final de sua intervenção, ela fez Aécio se emocionar ao dizer que desejava que, no Dia dos Pais, no próximo domingo, o tucano fosse presenteado com a saída de seu filho Bernardo do hospital. O bebê nasceu no dia 8 de junho, prematuro, no Rio de Janeiro, e permanece na incubadora. Sua irmã gêmea, Júlia, já está em casa.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesAécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.