Nacho Doce/Reuters
Nacho Doce/Reuters

Em Cidade Tiradentes, Serra acusa PT de usar técnica do 'pega ladrão'

Para presidenciável tucano, petistas seguem 'a estratégia de sempre: as vítimas são culpadas'

Carolina Freitas, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 18h20

SÃO PAULO - O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, acusou nesta terça-feira, 31, o partido de sua adversária Dilma Rousseff (PT) de usar contra ele a técnica do "pega ladrão". "O sujeito bate a carteira de alguém, enfia a carteira no bolso e sai gritando: 'Pega ladrão, pega ladrão!'", disse Serra após fazer campanha em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo.

 

O tucano acusou os petistas de fazerem "jogo sujo de campanha". Questionado sobre a tentativa de Dilma de devolver as críticas ao PSDB sobre quebra de sigilo e confecção de dossiês, Serra reagiu: "O PT está seguindo a estratégia de sempre: as vítimas são culpadas. Tudo foi feito em proveito da campanha dela, organizado pela campanha dela." Em entrevista ontem ao Jornal da Globo, Dilma acusou o PSDB ter "um trajetória de vazamento e grampo impressionante."

 

Ao falar sobre dossiês supostamente feitos pelo PT, Serra citou um dos coordenadores da campanha de Dilma em Minas Gerais, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel. "Aquele dossiê sujo que eles estavam preparando, organizado pelo Fernando Pimentel, já tinha os dados das quebras de sigilo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.