Em cerimônia triste, Heloísa Helena despede-se do Senado

Símbolo da esquerda radical brasileira e uma das líderes da oposição ao atual governo, Heloísa Helena despediu-se do Senado nesta quarta-feira, numa das mais emocionadas sessões desta legislatura.A senadora subiu à tribuna já aos prantos. Agradeceu a todos os funcionários do Congresso, dos faxineiros aos assessores diretos, com a voz embargada.Dois dos mais sisudos políticos da Casa fizeram os primeiros apartes. Emocionados, pela primeira vez os senadores Arthur Virgílio, líder do PSDB, e Jefferson Peres (PDT), choraram no plenário, arrancando lágrimas da senadora em despedida."Poucos puderam sair daqui com a cabeça erguida como a senhora está saindo. Fico orgulhoso de ter sido seu contemporâneo no Senado", disse Virgílio.Repleto de amigos e inimigos ideológicos, o Senado interrompeu os trabalhos para assisti-la. Dezenas de apartes alongaram por horas o discurso da senadora.Heloísa Helena preferiu candidatar-se à Presidência da República a buscar a reeleição para o Senado. Sua vaga será ocupada pelo ex-presidente Fernando Collor. Sem mandato, ela promete agora voltar à sala de aula como professora universitária em Alagoas."Também quero continuar recebendo suas recomendações para o coração", pediu o senador Eduardo Suplicy (PT) a sua "conselheira sentimental", como costuma se referir a Heloísa Helena.S

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.