DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Em carta, futuro chanceler diz que 'a mão firme e confiante de Bolsonaro nos guiará'

Em texto enviado à imprensa, Ernesto Fraga Araújo também disse que tem uma 'enorme tarefa'

Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

14 Novembro 2018 | 21h27

BRASÍLIA - Em carta escrita nesta quarta-feira, 14, e enviada à imprensa, o futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Fraga Araújo, diz que tem uma “enorme tarefa” à frente da pasta, mas que “a mão firme e confiante do presidente Bolsonaro nos guiará”. Ele diz que dará prosseguimento a iniciativas lançadas “com competência” pela atual gestão, e que muitas outras serão lançadas. Seu trabalho, afirma, buscará promover “a democracia e as liberdades fundamentais em todo o mundo” e que manterá diálogo construtivo e produtivo com todos os parceiros.

O diplomata também mantém um blog, no qual ataca o PT e demonstra alinhamento com as políticas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Leia a íntegra da carta divulgada:

“'Bolsonaro com amor e coragem!'

Este é o lema do candidato em que sempre acreditei, junto com tantos milhões de brasileiros, e este é o projeto que saiu triunfante da sagrada celebração democrática que são as eleições.

Sinto-me agora extremamente honrado e entusiasmado com a responsabilidade que o Presidente Jair Bolsonaro me confia, de chefiar sua diplomacia e implementar o seu programa na frente externa a partir do dia 1º de janeiro.

Pretendo trazer este lema para instituição que sirvo com orgulho há quase 30 anos e que é a minha casa, a casa de todos nós, diplomatas brasileiros, e proclamar: Itamaraty com amor e com coragem!

Amor pelo Brasil. Amor infinito por essa nação gigante, chamada pelo destino para ajudar a construir um mundo mais humano e mais livre. Amor a Deus, para aqueles que creem. Amor ao próximo e à justiça, para todos.

Coragem para ser parte da mudança que o povo - de quem todo poder emana - pediu nas urnas, coragem para romper inércias e distanciamentos e ser parte do povo brasileiro na criação de um país feliz próspero, justo, forte e seguro. 

Estou consciente da enorme tarefa que espera a mim e a todo o Itamaraty. Todo os que temos o privilégio de servir a pátria-mãe gentil através da diplomacia estaremos juntos nessa empreitada. A mão firme e confiante do presidente Bolsonaro nos guiará.

Aprofundaremos iniciativas lançadas com competência pela atual gestão. Lançaremos muitas outras, tanto na economia e no comércio quanto na cultura e na tecnologia, nas relações políticas e no trabalho consular, na promoção da democracia e das liberdades fundamentais em todo mundo. Traremos novas ideias, novas propostas, em diálogo construtivo e produtivo com todos os parceiros. Construiremos sobre a base sólida criada a duzentos anos pelos próceres da independência, e à qual cada geração trouxe os seus aportes. Traremos também os nossos aportes, com espírito inovador, sem medo de criar, sem medo de ser Brasil.

Embaixador Ernesto Araújo -  Futuro Ministro das Relações Exteriores"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.