Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Em carta de renúncia ao mandato, Genoino afirma inocência

Mesa da Câmara decidiria nesta terça se abriria processo de cassação contra parlamentar, preso por envolvimento no mensalão

Atualizado às 14h57, Eduardo Bresciani - O Estado de S. Paulo

03 Dezembro 2013 | 14h45

Brasília - Na carta de renúncia apresentada à Câmara na tarde desta terça-feira, 3, o deputado José Genoino (PT-SP) voltou a afirmar sua inocência no processo do mensalão e criticou a transformação em "espetáculo" do processo de cassação contra ele. Ao deixar o cargo, o petista escapa de um processo que poderia ser aberto ainda nesta terça pela Mesa Diretora.

A carta foi entregue aos integrantes da Casa pelo vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), quando a votação já era majoritária para encaminhar o pedido de cassação à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A carta, enviada por Genoino por meio de seu irmão, o líder do PT, José Guimarães (CE), já foi lida em plenário pelo deputado Amauri Teixeira (PT-BA).

Veja íntegra da carta:

"Dirijo-me a Vossas Excelências após mais de 25 anos dedicados à Câmara dos Deputados, e com uma história de mais de 45 anos de luta em prol da defesa intransigente do Brasil, da democracia e do povo brasileiro, para comunicar uma breve pausa nessa luta, que representa o início de uma nova batalha dentre as tantas que assumi ao longo da vida.

Assim, e considerando o disposto no inciso II, do artigo 56 da Constituição Federal;

Considerando ainda, a transformação midiática em espetáculo de um processo de cassação;

Considerando, de outro modo, que não pratiquei nenhum crime, não dei azo a quaisquer condutas, em toda minha vida pública ou privada, que tivesse o condão de atentar contra a ética e o decoro parlamentar;

Considerando que sou inocente;

Considerando, também, que a razão de ser da minha vida é a luta por sonhos e causas ao longo dos últimos 45 anos, reitero que entre a humilhação e a ilegalidade prefiro o risco da luta; e

Considerando, por derradeiro, que sempre lutei por ideais e jamais acumulei patrimônio e riqueza.

Por tudo isso e ao tempo em que agradeço a confiança em mim depositada, ao longo de muitos anos pelo povo do Estado de São Paulo e pelo Brasil, RENUNCIO ao Mandato Parlamentar e encaminho a presente missiva através do deputado José Guimarães PT/CE e do Dr. Alberto Moreira Rodrigues, Advogado inscrito na OAB/DF nº 12.652

Atenciosamente

José Genoino Neto

Deputado Federal Licenciado

Dr. Alberto Moreira Rodrigues

OAB/DF nº 12.652"

Mais conteúdo sobre:
Genoinorenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.