Em carta aberta, Alckmin anuncia apoio à candidatura Fruet

O tucano Geraldo Alckmin, candidato derrotado à Presidência da República na última eleição, enviou nesta quarta-feira carta aberta aos deputados federais do PSDB para reforçar o apoio à candidatura do correligionário Gustavo Fruet à presidência da Câmara dos Deputados. E elogiou a opção do seu partido: "Diante dessa acertada decisão (do PSDB), declaro o meu apoio integral à candidatura de Gustavo Fruet", afirmou o ex-governador paulista. Em sua avaliação, Fruet é um "homem público honrado e com destacada atuação parlamentar". Alckmin aproveitou também para defender a unidade partidária do partido, que foi alvo recente de notícias de um iminente racha, sobretudo após alguns caciques da legenda, como os governadores de São Paulo, José Serra e de Minas Gerais, Aécio Neves e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso terem dado declarações divergentes sobre a preferência de candidaturas. "Entendo que o lançamento de Gustavo Fruet como candidato à presidência da Câmara representa um esforço elogiável das lideranças da bancada e do PSDB no sentido de assegurar a unidade partidária", declarou o ex-governador. O tucano criticou, ainda, o governo federal por não ter definido a equipe de seu segundo mandato. "É lamentável que o governo federal, em razão da sucessão da presidência da Câmara dos Deputados, não tenha definido até agora nem sequer a equipe para o seu segundo mandato, desperdiçando de forma inaceitável um tempo precioso que o Brasil, país que precisa crescer rapidamente para gerar emprego e oportunidade para toda a sociedade, não pode se dar ao luxo de perder", arrematou. A candidatura de Gustavo Fruet foi lançada na terça pelo grupo independente de deputados, conhecido como "terceira via", com apoio de deputados tucanos. Entre eles, José Aníbal e Paulo Renato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.