Em Campinas-SP, Alckmin promete reduzir pedágio local

O candidato ao Governo de São Paulo pelo PSDB, Geraldo Alckmin, afirmou hoje que, se eleito, vai reduzir imediatamente a tarifa dos pedágios de Jaguariúna, Indaiatuba e Paulínia, no interior do Estado, para motoristas que percorrem pequenos trechos.

TATIANA FÁVARO, Agência Estado

03 de setembro de 2010 | 14h06

Em entrevista à EPTV (afiliada da Rede Globo em Campinas), o candidato também prometeu a revisão de 18 contratos de concessão rodoviária na região. "Para quem está próximo de pedágio, passa um trechinho pequeno e paga uma tarifa cheia, vamos resolver imediatamente". "Citei explicitamente Jaguariúna, Indaiatuba e Paulínia, mas poderemos resolver outros caos", afirmou Alckmin.

Alckmin afirmou estar confiante em sua eleição para o governo do Estado, apesar do crescimento do candidato do PT, Aloizio Mercadante. Em seu programa de rádio pela manhã, o tucano classificou como crime a violação do sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB à Presidência da República José Serra.

Hoje, em Campinas, Alckmin reiterou sua afirmação e discordou do presidente Lula, que disse ontem que a oposição está nervosa. "Estamos absolutamente zen, respeitamos a lei e queremos que todos a respeitem". "Essa é a essência do regime democrático", afirmou Alckmin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.