Em Campinas, PSD ligou empresários ao PT

O PSD foi um aliado estratégico nestas eleições para a campanha de Márcio Pochmann (PT) à Prefeitura de Campinas, contra o candidato Jonas Donizette (PSB), que é coligado com o PSDB e apoiado diretamente pelo governador Geraldo Alckmin.

RICARDO BRANDT, Agência Estado

22 de outubro de 2012 | 09h57

De 1%, Pochmann chegou a 28% dos votos válidos, no primeiro turno, contra 47% de Jonas - que tinha chances de vencer já no dia 7. Na primeira pesquisa Ibope para o segundo turno, divulgada segunda-feira, Jonas tinha 45% das intenções de voto, contra 39% de Pochmann - pela margem de erro de 4 pontos, estão tecnicamente empatados.

A coligação com o PSD em Campinas é fruto da aproximação entre a direção nacional do PT e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, no início do ano. Politicamente, ela foi considerada estratégica para o PT por aproximar seu candidato do setor empresarial. A vice indicada na coligação de Pochmann, Adriana Flosi (PSD), é empresária e presidente da Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic). Seu nome foi uma escolha do deputado federal campineiro Guilherme Campos (PSD-SP), líder do partido na Câmara e principal interlocutor da parceria local com o PT, em nome de Kassab.

Campanha nacionalizada eleitoralmente, a aliança petista costurada por Lula com o PSD serviu para atrair o voto do eleitorado mais conservador, que, por causa da campanha polarizada entre PT e PSDB e com a presença direta do ex-presidente petista e do governador Alckmin, tinha tendência de identificação maior com o candidato do PSB.

Escolha pessoal de Lula para a disputa, Pochmann, um nome desconhecido na cidade, contou com o empenho direto dele e da direção nacional do PT. Cidade estratégica para o partido de Lula, a preocupação em Campinas foi não perder a disputa num dos principais colégios eleitorais do País para o adversário que congrega PSB e PSDB - duas legendas que devem entrar na corrida sucessória de 2014 contra Dilma Rousseff. Tanto Alckmin como o presidente nacional do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, atuaram na campanha de Jonas Donizette. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012CampinasPSD

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.