Em campanha, Maluf discute com eleitor sobre caso Pitta

Candidato do PP à Prefeitura de SP diz que seu ex-afilhado político não soube aproveitar chance como prefeito

Andréia Sadi, do estadao.com.br

21 de julho de 2008 | 15h04

O candidato do PP à Prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf , passou por uma saia-justa nesta segunda-feira, 21, em uma loja na zona norte da cidade. Novamente, um eleitor o questionou sobre o caso envolvendo o ex-prefeito e afilhado de Maluf, Celso Pitta.   Veja também: Calendário eleitoral  Veja as regras para as eleições municipais Especial tira dúvidas do eleitor sobre as eleições    "Ele não soube aproveitar sua chance quando prefeito", disse Maluf. Pitta ficou conhecido em 1996, quando Maluf o lançou candidato à Prefeitura de São Paulo para sucedê-lo.O candidato do PP chegou a dizer que se Pitta não fizesse um bom governo, a população não precisava mais votar nele.   A assessoria do candidato disse ao estadao.com.br que não houve um bate-boca, mas sim uma discussão. "Maluf não se incomoda com esse caso. Para ele, a história Celso Pitta é uma página virada, como ele já falou na semana passada."   Esta não é a primeira vez que Maluf é questionado sobre o caso Pitta em campanha. No dia 10 de julho, ao percorrer a rua Jose Paulino, Maluf disse "desconhecer" o ex-prefeito, que voltou à imprensa após prisão na Operação Satiagraha, da Polícia Federal.   Em seguida, um outro eleitor se aproximou de Maluf e o defendeu sobre o caso, dizendo que Pitta foi quem cometeu erros.

Tudo o que sabemos sobre:
Paulo Malufeleição municipal 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.