Em Brasília, via-sacra reúne 180 mil pessoas

A via-sacra mais tradicional epopular do Distrito Federal foi encenada hoje, no Morro daCapelinha, em Planaltina, cidade-satélite de Brasília distante38 quilômetros da capital. A 28ª encenação foi organizada pelogrupo Via-Sacra ao Vivo, que tem 1,4 mil participantes e éligado uma paróquia local. Todos os papéis da Paixão de Cristoforam representados por pessoas da comunidade. Segundoestimativas da Polícia Militar do Distrito Federal, 180 milpessoas participaram do evento. Durante três horas e meia, os fiéis percorreram efizeram orações nas 15 estações que representam a Via Sacrafeita por Jesus Cristo no dia em que foi crucificado. Aprocissão percorreu um trajeto de 800 metros e começou às 16horas de hoje. A peça recebeu financiamento de diversos órgãosdistritais, federais e municipais e custou em torno de R$ 380mil. Para garantir a tranqüilidade da programação, o governodo Distrito Federal enviou ao local 780 policiais militares, 350homens do Corpo de Bombeiros. A encenação também teve o apoio daCompanhia de Saneamento do Distrito Federal (Caesb), quedistribuiu três tanques de água potável para matar a sede dosfiéis. O comércio foi proibido na área do trajeto e osambulantes instalados na pista de acesso tiveram que secadastrar na administração de Planaltina. A programaçãoreligiosa estava prevista para terminar por volta das 20 horascom uma queima de fogos de artifício.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.