Em Brasília, Alckmin faz hoje campanha contra a CPMF

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), desembarcará hoje em Brasília, em campanha contra a prorrogação da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF). A Executiva Nacional do PSDB tem reunião marcada para o início da noite. Alckmin quer estar presente para fazer um apelo aos senadores, no sentido de que rejeitem a prorrogação do imposto, assim como fez a bancada na Câmara. No encontro da direção nacional, o ex-governador deve engrossar o coro dos senadores tucanos Álvaro Dias (PR), Papaléo Paes (AP) e Mário Couto (PA), que subiram ontem à tribuna, em sucessivos discursos contra a CPMF. Eles defendem a tese de que assegurar os R$ 40 bilhões da CPMF ao governo Lula significa, na prática, estimular a continuidade do abuso nos gastos públicos, deixando de lado a reforma tributária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.