Em BH, PMDB quer repetir nas próximas eleições disputa acirrada de 2008

Partido conta com quatro nomes e dá como certa a candidatura à prefeitura da cidade; escolha mais provável é pelo deputado Leonardo Quintão

Eduardo Kattah, de O Estado de S. Paulo

11 de maio de 2011 | 23h00

BELO HORIZONTE - O PMDB dá como fato consumado a candidatura à prefeitura de Belo Horizonte em 2012. O partido conta com pelo menos quatro pré-candidatos, mas o nome que mais desponta é o do deputado federal Leonardo Quintão. Em 2008, após ficar fora da articulação que levou à aliança firmada entre o ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB) e o ex-prefeito da capital, Fernando Pimentel (PT), o PMDB decidiu lançar o jovem Quintão, na época um quase desconhecido entre o grosso do eleitorado. O desempenho do peemedebista surpreendeu e chegou a ameaçar a eleição de Márcio Lacerda (PSB).

 

Quintão tem a seu favor o recall eleitoral. No primeiro turno de 2008 ele contabilizou 41,26% dos votos válidos, ante 43,59% de Lacerda. Num segundo turno radicalizado, o socialista venceu com 59,12% dos votos válidos, contra 40,88% de Quintão.

Mais conteúdo sobre:
PMDBBHeleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.