Andre Dusek/Estadão
Andre Dusek/Estadão

Em bate-boca, Renan chama Aécio de 'estrela'

Senadores protagonizaram discussão tensa em meio a escolha dos cargos para a Mesa Diretora do Senado

Isadora Peron e Erich Decat, O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2015 | 20h45


Brasília - Com dedos em riste, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), protagonizaram um duro bate-boca no plenário da Casa na noite desta quarta-feira. 

A troca de acusações ocorreu em meio a escolha dos cargos para a Mesa Diretora do Senado. Os gritos entre os dois senadores ocorreu logo após o tucano criticar suposta manobra arquitetada pelo alagoano para excluir o partido da Mesa Diretora. 

Renan não contou com apoio dos tucanos na disputa realizada no último domingo em que foi reeleito para o comando da Casa. Na ocasião, a bancada do PSDB apoiou o nome do senador Luiz Henrique (PMDB-SC), derrotado por Renan. O senador alagoano considera que os tucanos romperam com o acordo da proporcionalidade, uma vez que tinha sido escolhido pela maioria da bancada do PMDB para a presidência do Senado.

O contragolpe de Renan veio na tarde de hoje com o apoio construído nos bastidores à candidatura de Vicentinho (PR-TO), lançado para disputar a primeira secretaria da Casa. O cargo pela proporcionalidade deveria ficar com o PSDB.

No microfone, Aécio pediu para que Renan respeitasse a democracia interna que prevê que os cargos da Mesa seguissem a proporcionalidade das bancadas. 

Na sequência os dois começaram o bate boca:

"Aécio Neves: Vossa excelência será o presidente dos ilustres senadores que o apoiaram, mas vossa excelência perde a legitimidade para ser presidente do partido de oposição nesta casa. 

Renan Calheiros: Bom que isso esteja sendo dito por vossa excelência, candidato à presidência da Republica e tem a dimensão do que é a democracia.

Aécio Neves: - Vossa excelência desrespeita a democracia. 

Renan Calheiros: Veja em que conta coloca a democracia. Por isso deu no que deu, vossa excelência perdeu a chance de ser presidente da Republica porque é estrela. 

Aécio Neves: Perdi de cabeça erguida, olho nos olhos dos cidadãos, falo com a população brasileira e vossa perdeu a dignidade desse cargo 

Renan Calheiros: Respeite a Mesa, repeita a mesa e tenha a dimensão da democracia." 

Mais conteúdo sobre:
Renan Calheiros Aécio Neves Senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.