Em audiência no Senado, Hackbart é alvo de ataques

"O senhor não fala em nome do povo. Quem representa o povo somos nós." A afirmação, em um tom exaltado, foi feita ontem pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), em audiência da Comissão de Agricultura do Senado.Instantes antes, outro senador, Valter Pereira (PMDB-MS), havia dito ao presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart, que os assentamentos agrários em seu Estado estão fracassados, transformando-se em "favelas rurais". Hackbart rebateu: "Não é verdade. O senhor deveria ouvir o que o povo diz."Kátia, vinculada à Confederação Nacional de Agricultura, reagiu lembrando que o Congresso é a casa do povo. Acusou Hackbart de tentar adotar um modelo de reforma agrária retrógrado, "que não respeita a propriedade privada e se inspira em modelos socialistas fracassados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.