Em ato falho, Rondeau diz que Lula é candidato

O ministro de Minas, Silas Rondeau, foi vítima de um ato falho, chamando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de candidato à reeleição. "Por tão expressivas realizações em benefício da sociedade, em defesa dos pequenos, eu disse que o senhor já é o candidato", afirmou Rondeau, ao término de seu discurso durante a solenidade de assinatura dos primeiros contratos de fornecimento de biodiesel à Petrobras por quatro empresas privadas, realizada no Palácio do Planalto. Em seguida, Rondeau tentou consertar a afirmação, acrescentando: "O Sr. consagrou sua administração com o que eu estou chamando, parafraseando o selo do Rossetto (Miguel Rossetto, ministro do Desenvolvimento Agrário, para o biodiesel), que é ´combustível social´. O Sr. está sendo consagrado pelo povo como o selo do desenvolvimento social".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.