Em 24 horas, OMS registra 200 novos casos de Sars

A Organização Mundial de Saúde (OMS) registrou, em 24 horas, quase 200 novos casos da síndrome respiratória aguda grave, conhecida como pneumonia asiática. Com isso, passa de 6.200 onúmero de pessoas infectada s pela doença, altamente contagiosa. As informações são do último relatório da OMS, elaborado no fim da tarde de ontem, e que está disponível no site da organização na Internet (www.who.int/en/).A China continua a ser o país mais afetado pela doença. A China continua a ser o país mais afetado pela doença, com mais de 3.900casos, 190 dos quais mortais. O vírus da pneumonia atípica contaminou hoje mais 163 pessoas na China e provocou a morte de mais sete. A capital chinesa continua a ser o epicentro da doença no País. Ao todo, já foram registrados mais de quatro mil casos em território chinês. Destes, 1.416 tiveram alta do hospital e 197 morreram. Segundo um dos principais especialisatas chineses que acompanham o surto da espidemia, Zhong Nanshan, em meados deste mês o número de novos casos e de mortes em Pequim deverá diminuir. Zhong Nanshan se baseia na experiência da província de Guangdong.As autoridades de Guangdong - onde em novembro de 2002 foi registrado o primeiro caso - acreditam que o pior já passou. Até ontem, 1.432 pessoas haviam contraído o vírus da pneumonia asiática na região, das quais 1.233 estão curadas. Nas últimas duas semanas não foram regristradas mortes pela doença.De acordo com as estatísticas reveladas pelo Centro de Prevenção eTratamento de Doenças da China, 80% das pessoas infectadas pela pneumonia no continente chinês são jovens e adultos saudáveis, com idades entre os 20 e os 49 anos.Ainda na Ásia, onde a doença tem atingido mais pessoas, já foram detectados, desde novembro do ano passado, casos em Hong Kong, Singapura, Vietnam, Taiwan, Tailândia, Malásia, Filipinas, Japão, Mongólia e Indonésia. Fora do continente asiático, o Canadá continua a ser o país com mais casos (149), já tendo morrido 22 pessoas.O Vietnã tem a doença dada como controlada, já que há mais de 20 dias que não registra novas pessoas infectadas pelo vírus da pneumonia atípica. Na Europa, a OMS detectou casos prováveis em nove países: Alemanha, Reino Unido, França, Romênia, Suécia, Suíça, Espanha, Itália e Irlanda. Dos casos registrados no continente europeu, nenhum se revelou mortal ainda.Os principais sintomas da pneumonia asiática, descoberta em novembro de 2002 no sul da China, são febre superior a 38 graus, tosse e dificuldades respiratórias.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.