Em 1 mês, não será mais necessário visto para Rússia

Dentro de um mês, os brasileiros que quiserem viajar para a Rússia, por um período de até 90 dias, não vão mais precisar de visto de entrada. O acordo de isenção de visto, assinado entre os dois países em novembro de 2008, finalmente entrará em vigor, depois de o Congresso dos dois países aprovarem a medida. Com esta iniciativa, o governo brasileiro espera ampliar o turismo entre os dois países, conforme ressaltou o embaixador do Brasil na Rússia, Carlos Antônio da Rocha Paranhos.

TÂNIA MONTEIRO, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

12 Maio 2010 | 15h10

O anúncio da suspensão da exigência de vistos será feito durante cerimônia de assinatura de atos entre os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e da Rússia, Dmitri Medvedev, na visita de dois dias que Lula iniciará amanhã a Moscou, primeira etapa de uma viagem de uma semana que inclui passagens ainda pelo Qatar, Irã, Espanha e Portugal.

Atualmente a embaixada brasileira concede cerca de dez mil vistos para os russos visitarem ou fazerem negócios no Brasil. "Com a isenção dos vistos, a tendência é ampliar e muito este fluxo", comentou o embaixador.

Segundo ele, o próximo passo é que empresas aéreas brasileiras e russas se interessem por abrir linhas aéreas diretas entre os dois países. Paranhos informou que a empresa russa Transaero já demonstrou interesse em voar para o Brasil. Esse tipo de acordo exige contrapartida de empresa brasileira querer voar para Moscou.

Enquanto isso, os russos podem voar diretamente para o Brasil apenas em voos charters. Ele lembrou que hoje, 40 mil russos desembarcam na República Dominicana por meio de pacotes turísticos, o que demonstra que "este é um filão a ser explorado cada vez mais".

Mais conteúdo sobre:
Rússia visto brasileiros viagem diplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.