Ellen Gracie é eleita presidente do Supremo

A ministra Ellen Gracie Northfleet foi eleita presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Primeira e única mulher a integrar o STF na história do tribunal, ela poderá assumir a Presidência da República a partir de abril se o vice-presidente José Alencar resolver disputar uma cadeira no Senado Federal. Como presidente do STF, ela será uma das substitutas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, atrás de José Alencar, do presidente da Câmara, Aldo Rebello (PC do B- SP), e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Mas quem assumir o cargo em período eleitoral não poderá se candidatar na eleição deste ano. José Alencar só não ficará nessa situação de inelegibilidade se disputar de novo a vice-presidência.Apesar de ter sido escolhida em uma eleição meramente protocolar e com resultado previsível - já que o eleito é sempre o ministro mais antigo do STF que ainda não exerceu a presidência do tribunal -, Ellen demonstrou ter ficado emocionada. Ela sucederá Nelson Jobim, que deixa a presidência do Supremo no próximo dia 30 e é tido como provável candidato a algum cargo eletivo em outubro. O mandato de presidente do STF é de dois anos.

Agencia Estado,

15 de março de 2006 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.