Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Eleitores criticam Maia por costurar apoio com o PT para presidência da Câmara

Presidente da Casa ainda não oficializou a candidatura, mas tem trabalhado para conseguir vencer já no primeiro turno, marcado para 2 de fevereiro

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2017 | 15h20

BRASÍLIA - Parlamentares do DEM estão sendo criticados nas redes sociais nesta segunda-feira, 9, porque o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem buscado apoio de partidos como o PT e o PCdoB para conseguir se reeleger ao cargo em fevereiro.

Em uma mensagem no Twitter, o líder do DEM na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM), pediu confiança aos eleitores e disse que as alianças para a disputa não significam que o partido vá "governar com a esquerda". "Repito: confiem em nós e no nosso partido! Fazer composições é da política, não quer dizer que assuma compromissos de governar com a esquerda!", afirmou.

O deputado retuitou mensagens de internautas que afirmaram que Maia estava disposto a fazer aliança "com o diabo" e que as articulações do atual presidente da Câmara para alcançar a reeleição estavam "aniquilando o partido".

Maia ainda não oficializou a candidatura, mas tem trabalhado para conseguir vencer já no primeiro turno, marcado para o próximo dia 2. Para isso, ele tem conversado tanto com partidos da base do governo, como da oposição. O democrata espera conseguir o apoio dos parlamentares do PT, como aconteceu no ano passado, quando foi eleito para um mandato-tampão após a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
Rodrigo MaiaCâmara dos Deputados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.